Equipamento utiliza raios UV-C para deixar ambientes livres de vírus, bactérias e fungos

Indústria brasileira desenvolve tecnologia que utiliza raios ultravioleta para assepsia de ambientes fechados

São Paulo (DINO) 11/12/2020

O equipamento teve sua eficácia comprovada pelo Instituto de Biologia da Universidade Estadual de Campinas-UNICAMP, que constatou a destruição do vírus

Com a abertura da economia e a confirmação da possibilidade de transmissão por ar do coronavírus, há uma insegurança geral da população em retomar as atividades e, também, em dividir espaços fechados como salas de reuniões, salas de espera, consultórios, salões de beleza, academias de ginástica, entre outros.

Para auxiliar a sociedade no combate ao coronavírus nesse momento de crise sanitária, a indústria brasileira de sinalizadores e balizadores aéreos Frata, que tem seu nome ligado à segurança aérea, disponibiliza o terceiro equipamento brasileiro para a desinfecção do vírus da COVID-19, bactérias e fungos com utilização de raios UV-C.

A tecnologia que usa radiação ultravioleta para exterminar vírus e bactérias em superfícies, vem sendo amplamente estudada em diversos países do mundo. Instituições renomadas como a americana Harvard Medical School, por exemplo, já confirmou publicamente a eficácia dos raios UVC no combate ao novo coronavírus. Também nos EUA, a técnica já é utilizada - em fase de testes - nos sistemas de transporte público da cidade de Nova York. A China também adotou o sistema, ônibus inteiros são desinfectados com a luz Ultravioleta C. Agora a tecnologia também pode ser utilizada para a desinfecção do ar.

"Já existem sistemas de filtração de ar como, por exemplo, nos aparelhos de ar-condicionado, que buscam melhorar a qualidade do ar que respiramos. Esses sistemas de fato não foram projetados para eliminação de vírus, bactérias e fungos e, portanto, não reduzem de forma efetiva a probabilidade de contágio. Por outro lado, o Desinfect Air - Sistema de Desinfecção de Ar - desenvolvido pela Frata, elimina completamente esses corpos do ambiente. O equipamento teve sua eficácia comprovada pelo Instituto de Biologia da Universidade Estadual de Campinas-UNICAMP, que constatou a destruição de partículas virais. A entidade ainda recomenda o uso do equipamento de desinfecção de ar UV-C como potencial desinfetante/virucida para o grupo dos Coronavírus e no combate da COVID-19", explica o engenheiro e consultor da indústria Frata, José Tardeli.

O engenheiro ainda conta que a higienização do ar é feita por meio de um sistema de ‎exaustão. "O ar do ambiente entra no aparelho, onde é submetido à luz ‎UV-C de alta intensidade por um tempo suficiente para neutralizar os patógenos, devolvendo ao o ar limpo. Fomos cuidadosos em usar uma quantidade três vezes maior de Led UV-C para garantir a eficiência e a segurança das pessoas. É importante explicar que os raios UV-C conseguem neutralizar o RNA∕DNA de vírus, bactérias e fungos. Isso significa dizer que os deixa inócuos", relata Tardeli.

"O tempo de desinfecção para cada ambiente dependerá do tamanho do espaço. Por exemplo, uma sala de 4X4X3 tem 48m3 de ar. Considerando-se que passa no Desinfect Air 265m3/h de ar, precisaríamos de 11 minutos para recircular todo o ar da sala. Para grandes ambientes e ambientes de geometria complexa é necessário um estudo para otimizar a recirculação do ar", explica o engenheiro.

A tecnologia desenvolvida pela indústria Frata está destinada para escritórios, templos religiosos, transporte público, clínicas, consultórios, hospitais, pavilhões de exposição, eventos fechados, entre outros inúmeros, onde exista concentração de pessoas em ambientes internos. "As pessoas poderão se sentir mais seguras em ambientes fechados, pois o ar estará higienizado e com risco praticamente nulo de contágio", afirma Tardeli. Ele, porém, alerta para um cuidado. "Embora o ar esteja bastante seguro e as pessoas é importante que não se descuidem das normas de proteção para a atual pandemia do coronavírus, que é lavar as mãos, proteger boca e nariz, já que esse aparelho realiza a assepsia do ar, mas não das superfícies", informa. "De qualquer maneira, o ambiente estará 99,9% seguro para se frequentar, trabalhar e viajar, o que é um grande alento e avanço", finaliza Tardeli.


Website: https://frata.com.br/

Informações de contato