A comunicação no século XXI: o que esperar?

Por DINO 9 de janeiro de 2017
A comunicação no século XXI: o que esperar?

Durante aula ministrada para o projeto TEDx, a jornalista portuguesa Laurinda Alves falou sobre as perspectivas da comunicação enquanto ferramenta para o desenvolvimento das capacidades humanas

Não há dúvidas que a comunicação é uma prática indispensável para a humanidade. Ao longo da história, ela foi desenvolvida e adaptada para as mais diversas realidades e culturas, ampliando suas ferramentas e canais. Essa evolução só foi possível graças aos inúmeros estudos e pesquisas que analisaram seu impacto na convivência entre indivíduos e nações, entre questões políticas, sociais e econômicas. Como o conhecimento é uma constante que está sempre avançando, não há como deixar de questionar como será a comunicação no século XXI.

Já sabemos, por exemplo, que ela ganhou mais possibilidades com as novas tecnologias – principalmente com o advento da internet. Ainda assim, há muito o que deve ser explorado, principalmente se tratando das dificuldades que ainda impedem a comunicação de ser estabelecida da melhor forma possível. Desde problemas técnicos até psicológicos, há quem não consiga enviar uma simples mensagem por falta de algum dispositivo – ou conhecimento sobre o mesmo – até aqueles que sentem pânico em falar em público ou possuem pouco domínio sobre a própria oratória (no caso de pessoas que não possuem algum tipo de deficiência física).

 
dino divulgador de notícias

Estes problemas são, em partes, sintomas de processos pouco trabalhados e melhorados nos primeiros momentos em que o indivíduo começa a se comunicar com outros. Há também o papel da educação, tanto dentro da família quanto na escola, que ajudará a desenvolver os métodos de comunicação desde os primeiros anos de vida.

Mas e agora? O que esperar deste início de século? A que devemos nos atentar? Comunicólogos, quais são as perspectivas para os próximos anos? Muitas perguntas pressupõem muitas possibilidades de respostas. A riqueza do debate está aí – e da busca científica por explicações também.

Uma aula sobre o hoje e o amanhã

Laurinda Alves, jornalista, escritora e professora da universitária trabalhou mais de duas décadas com comunicação. Ao investigar o que está por vir e o que precisa ser feito para que erros do passado não se perpetuem no presente, a comunicadora portuguesa ministrou uma aula para o projeto TEDxAveiro cujo tema era “Poder da Comunicação neste Século”. Disponível online, a conversa abordou vários aspectos, tendo como foco soluções para impasses futuros.

Em determinado momento, um ponto importante é levantado: a diferença entre dom/talento e competências adquiridas. A jornalista indaga que todos somos capazes de desenvolver competências, ainda que não de maneira excelente – como no caso de quem possui talento inato – e esta é a chave para se empenhar no desenvolvimento da capacidade de comunicação. Além do esforço individual, também é preciso que haja um planejamento por parte do governo para que tais competências sejam trabalhadas desde cedo.

Há muito o que se pensar sobre o assunto e, principalmente, comunicar.  Por isso, compartilhamos aqui a aula de Laurinda com todos os pontos para os quais ela chama atenção. E que o debate em prol da melhoria da comunicação continue firme e forte!

Buscando uma estratégia de comunicação para sua empresa em 2017? Veja nosso ebook e tenha bons insights!

Marketing
NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter e receba os melhores conteúdos sobre comunicação e negócios

O responsável pelo tratamento dos seus dados pessoais é o DINO Divulgador de Notícias. Estes dados serão utilizados para lhe enviar informativos sobre os nossos serviços, além de utilizarmos para efeitos estatísticos. Para mais informações sobre como utilizaremos os dados, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.

Ao utilizar este formulário você concorda com a nossa Política. O DINO Divulgador de Notícias pode compartilhar estes dados com outras marcas do Grupo Comunique-se para a mesma finalidade.

Caso deseje se desinscrever, você pode fazê-lo a partir de algum e-mail já recebido (através da função descadastrar) ou nos contatando a partir do e-mail [email protected]

Para exercer os seus direitos de usuário para retificação ou remoção dos dados sensíveis, contate-nos através do e-mail [email protected]