5 dicas para fazer fotos sensacionais do seu produto

Por Renan Costa 23 de setembro de 2021
5 dicas para fazer fotos sensacionais do seu produto

O ano de 2020 foi marcado por mudanças em decorrência da pandemia de Covid-19. Os impactos nas mais diversas áreas se tornaram evidentes, incluindo a economia. Com o isolamento social, as restrições impostas às lojas físicas resultaram em uma considerável expansão do e-commerce.

Mesmo em 2021, com todas as flexibilizações possibilitadas pelo avanço ao combate da crise sanitária mundial, a E-bit | Nielsen prevê um crescimento de 26% no e-commerce brasileiro neste ano, alcançando um faturamento de R$ 110 bilhões.

A transição de um ambiente de comércio físico para o virtual requer adaptações. A experiência de compra do cliente é afetada, uma vez que não há interação presencial com o produto. Por isso, é de extrema importância direcionar esforços para disponibilizar imagens atrativas o suficiente.

5 dicas para fazer fotos sensacionais dos produtos da sua marca

1. Câmera

Não há dúvidas de que o trabalho exercido por um fotógrafo utilizando câmeras profissionais entregará o melhor resultado. Entretanto, com o avanço da tecnologia, os celulares passaram a carregar consigo câmeras amadoras capazes de oferecer ótimos resultados.

Os aparelhos podem ser divididos em três categorias: entrada, intermediários e top de linha. A qualidade da imagem em um smartphone de entrada será inferior à de um top de linha, logo, quanto mais atual e próximo da categoria premium da marca, melhores serão os resultados.

Ainda assim, os sensores das câmeras mais baratas conseguem entregar resultados satisfatórios se alinhados com outros fatores. Afinal, não é só a qualidade da câmera que determina a da imagem.

2. Iluminação

A iluminação é, sem dúvidas, o fator que requer maior cuidado e atenção por parte de quem irá fotografar. Ela influencia diretamente no resultado da imagem e, independentemente da câmera utilizada, se a iluminação for ruim, a qualidade será comprometida.

Há duas opções: iluminação natural ou artificial. A natural não tem mistério, uma janela aberta já é o suficiente para a luz do sol entrar e cumprir o seu papel. Porém, há uma desvantagem significativa: a variação. A iluminação solar varia conforme o tempo, e isso pode afetar na padronização das imagens, já que o processo de fotografar leva tempo.

Por outro lado, a iluminação artificial é constante, ou seja, suas imagens não precisarão ser editadas para seguirem um padrão nesse quesito. A sua desvantagem é o preço, pois demanda um investimento que varia de acordo com o equipamento escolhido.

dino divulgador de notícias

 

3. Cenário

O cenário onde as fotos serão tiradas deve ser pensado estrategicamente para que haja uma padronização e, com isso, harmonia entre o catálogo da marca. Também é importante pensá-lo como forma de valorizar os produtos, levando em consideração suas especificidades, como a cor e o tamanho.

A utilização de fundos com cores sólidas é extremamente válida e amplamente utilizada. Isso porque a sua replicação em diferentes momentos é fácil, fazendo com que seja possível manter o padrão visual.

Para produtos pequenos, há a possibilidade de comprar miniestúdios fotográficos, no formato de caixas que já venham com fundo sólido e a iluminação embutida. O valor não é alto e traz uma boa relação de custo e benefício.

estudio fotografico produtos

4. Enquadramento e Ângulos

O enquadramento do produto está ligado à percepção que será passada. Dependendo da forma como é posicionado e o seu ângulo, é possível trabalhar com diferentes visões.

Caso a ideia seja apenas apresentar e destacar o produto, não há erro: centralize. Para acertar nesse quesito, basta abrir as configurações da câmera e ativar as linhas guias.

Apesar de ser o mais utilizado, o caminho da centralização não é o único. É buscar diferentes possibilidades dependendo do conceito visual a ser trabalhado. Por meio deste link você pode se aprofundar no assunto. 

5. Edição

A etapa de edição pode ser a sua melhor amiga na hora de consertar algum erros evidentes. Com o avanço das tecnologias, a edição de imagens se tornou mais fácil e acessível. Através de aplicativos de celular, como o Lightroom, Facetune, Snapseed, é possível realizar o tratamento ideal para as fotos.

A ideia com a edição, nesse caso, é não exagerar. Em fotos de produtos, é necessário conservar o máximo possível que os aproximem de uma experiência física. Por isso, não é recomendado o excesso de filtros ou distorções. 

Essa fase serve para ajustar a iluminação, o contraste, remover objetos indesejados e qualquer outro ruído que possa comprometer o seu resultado.

Conclusão

Apesar da dificuldade enfrentada por amadores em conseguir boas fotografias para a sua marca, o estudo e entendimento dos conceitos básicos pode ser capaz de entregar resultados satisfatórios. Aqui vale a premissa do ‘treino leva à perfeição’, por isso, quanto mais se dedicar, mais rápida será a evolução nesse quesito que é imprescindível para o sucesso de qualquer e-commerce.

 

Empreendedorismo Marketing
NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter e receba os melhores conteúdos sobre comunicação e negócios

O responsável pelo tratamento dos seus dados pessoais é o DINO Divulgador de Notícias. Estes dados serão utilizados para lhe enviar informativos sobre os nossos serviços, além de utilizarmos para efeitos estatísticos. Para mais informações sobre como utilizaremos os dados, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.

Ao utilizar este formulário você concorda com a nossa Política. O DINO Divulgador de Notícias pode compartilhar estes dados com outras marcas do Grupo Comunique-se para a mesma finalidade.

Caso deseje se desinscrever, você pode fazê-lo a partir de algum e-mail já recebido (através da função descadastrar) ou nos contatando a partir do e-mail [email protected]

Para exercer os seus direitos de usuário para retificação ou remoção dos dados sensíveis, contate-nos através do e-mail [email protected]