Tamanho do texto: quando a quantidade impacta na qualidade

Por DINO 6 de abril de 2016
Tamanho do texto: quando a quantidade impacta na qualidade

Qualidade e quantidade são dois elementos que caminham juntos em diversos modelos de negócio. Ao mesmo tempo, podem parecer essencialmente paradoxais.  No processo de produção de conteúdo, utilizando releases para distribuição diária de textos à imprensa, essa “parceria/rivalidade”, não é diferente. O problema está, na maioria das vezes, no excesso pelo emprego da quantidade. Neste caso, em releases, o famoso ‘textão’.

Um excelente release não é necessariamente um texto com excesso de informações, ou seja, que tenha doze ou mais parágrafos. Encher o texto de informações, tornando-o longo pode diminuir a qualidade dele por deixar para trás a objetividade. Estranho, não é mesmo? Um texto complexo, ou seja, longo e com muita informação, é um texto exagerado na quantidade e econômico na qualidade. Verdade! Para internet, texto longo é um risco que pode comprometer a qualidade.

Neste sentido, queremos compartilhar com você esta realidade e apresentá-la com o intuito de mostrar que textos longos – direcionados a plataformas cujo dinamismo na leitura seja a principal característica – podem atrapalhar o trabalho de quem os receberá como sugestão de publicação, por exemplo. Isso porque o jornalista terá que encontrar a notícia (o propósito do conteúdo) em meio a um mar de palavras e frases prolixas”. Notícia essa que deveria estar em evidência de modo objetivo. Por quê? Vamos aos exemplos e argumentos:

dino divulgador de notícias

Se você utiliza a plataforma do DINO (Divulgador de Notícias), por exemplo, pense como se o seu release já fosse uma notícia editada e publicada, ou seja, já no tamanho ideal para os veículos de notícia. Imagine um texto a partir de 10 parágrafos, cada um com 4 a 6 linhas. Será mesmo que um conteúdo assim não dê trabalho de ler, reler, e depois trabalhar a publicação em um veículo de comunicação? Claro que, não!

Faça uma experiência! Comece a enxugar mais o seu conteúdo trabalhando de 4 a 6 parágrafos cada um com 3 a 4 linhas. Faça a introdução pensando sempre no Lead jornalístico (Quem?, Quando?, Como?, Onde? e Por quê?) dentro de um único parágrafo; utilize dois ou três para contextualizar o seu assunto; com mais dois, você argumenta, apresenta dados quando necessário e problematiza o tema; por fim, com apenas um parágrafo você conclui. E com mais qualidade!

Geralmente, um conteúdo enxuto pode despertar no jornalista a vontade de querer saber mais sobre o assunto. Sem contar que, ler pela internet um texto conciso, porém, objetivo e bem estruturado, é melhor, quando falamos de internet e da quantidade de informação que nela circula. Se o excesso de conteúdo insistir em aparecer, não tem problema. Convide o leitor a acessar um link externo que contenha mais e detalhadamente outras informações.

P.S. A introdução, contextualização, argumentação e conclusão deste post – veja só você – foram aplicadas justamente para servir de modelo do que esperamos ler em seus textos. Faça bom proveito 🙂

Conteúdo
NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter e receba os melhores conteúdos sobre comunicação e negócios

O responsável pelo tratamento dos seus dados pessoais é o DINO Divulgador de Notícias. Estes dados serão utilizados para lhe enviar informativos sobre os nossos serviços, além de utilizarmos para efeitos estatísticos. Para mais informações sobre como utilizaremos os dados, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.

Ao utilizar este formulário você concorda com a nossa Política. O DINO Divulgador de Notícias pode compartilhar estes dados com outras marcas do Grupo Comunique-se para a mesma finalidade.

Caso deseje se desinscrever, você pode fazê-lo a partir de algum e-mail já recebido (através da função descadastrar) ou nos contatando a partir do e-mail [email protected]

Para exercer os seus direitos de usuário para retificação ou remoção dos dados sensíveis, contate-nos através do e-mail [email protected]