Títulos para portais jornalísticos: a arte de definir uma chamada eficaz para seu release

Por DINO 11 de abril de 2016
Títulos para portais jornalísticos: a arte de definir uma chamada eficaz para seu release

Um dos pontos mais importantes na criação de um texto jornalístico é a escolha do título. Algumas pessoas começam por ele; outras preferem deixar para depois. Seja qual for a ordem, que definitivamente não vai alterar o resultado final, o importante mesmo é saber definir um título excelente para seu release. Título é a chamada principal do seu texto. É o primeiro contato do leitor com o seu conteúdo. É um convite. E, como todo convite, precisa ser, atraente, objetivo e curioso.

Sabendo que o título de um release (ou matéria) jornalística é uma das etapas mais importantes da elaboração de conteúdo, então precisamos investir cada vez mais a nossa criatividade e bom senso, antes de tudo, para que possamos alcançar bons resultados após o envio do material à imprensa.

Utilizando como base o padrão jornalístico e a plataforma DINO – Divulgador de Notícias, o título do seu release (até mesmo aquele que você envia diretamente para o jornalista) precisa atender alguns requisitos básicos da “escola do jornalismo”. Vamos a eles:

  1. Ponto final: é um erro primário. Jamais insira um ponto final em um título jornalístico. Seja no final dele mesmo, seja no meio para quebrar uma oração. Você pode utilizar ponto e vírgula e dois pontos quando o título exigir – mas vale ressaltar: após os dois pontos, a palavra seguinte não deve ser iniciada com letra maiúscula, a menos que se trate de um substantivo próprio;
  2. Título interrogativo ou exclamativo: às vezes queremos indagar o nosso leitor logo no início. A interrogação, assim como a exclamação, também é um recurso que em título jornalístico devemos evitar. Isso porque a matéria precisa ser, desde o início, objetiva e informativa, não literária;
  3. Artigo (a e o): o título do seu release não deve conter os artigos (a e o) acompanhando o sujeito da frase. Veja o modelo incorreto: A escassez de informação pode ser um erro fatal para o seu release. Agora, veja a forma correta: Escassez de informação pode ser um erro fatal para o seu release.
  4. Aspas: é muito raro em títulos jornalísticos. São aplicadas quando existe uma citação de alguma fonte no texto que chama muito a atenção. De alto impacto dentro daquilo que é noticiado. Ainda assim, elas nunca vêm isoladas, ou seja, estão acompanhadas sempre de algum complemento produzido pelo jornalista – exemplo: “O mercado de eventos está em alta”, afirma o presidente da Abrafesta. Atente-se também ao tamanho da citação. Não adianta fazer duas linhas;
  5. Nome do assessorado no título: não adianta! Sempre que vamos escrever sobre um cliente nosso, automaticamente vamos inserir no título o seu nome. O fato é que, segundo o padrão jornalístico de qualquer manual de redação, o jornalista vai alterar – remover o sujeito do título. Neste caso, ele vai ocultá-lo e priorizar a ação presente no conteúdo da sua sugestão de pauta. É preciso evitar o teor publicitário que pode transformar sua chamada informativa numa propaganda voltada apenas para interesses comerciais;
  6. Palavras repetidas: em hipótese alguma repita palavras no título;
  7. Palavras-chave: pense naquela palavra-chave que o texto vai repetir mais de uma vez. São elas, as palavras-chave – recurso de SEO, que vão enriquecer o seu conteúdo permitindo maior engajamento nos motores de buscas como Google, Yahoo!, Bing, entre outros.
dino divulgador de notícias

Não é uma sugestão. É regra! Todo veículo de comunicação preza pela qualidade do conteúdo que divulga. Assim como nós com aquilo que escrevemos, pois assinamos o texto. Se você, assessor, conseguir aplicar estas referências acima, certamente terá bons resultados e vai facilitar o trabalho do colega de profissão (o jornalista), que lá da redação recebe a sua sugestão de pauta e necessita de objetividade, clareza e bom senso para trabalhar seu conteúdo.

Lembre-se: o título é o maior destaque do seu texto.

Quer mais dicas de como prender a atenção dos jornalistas e leitores da sua notícia? Baixe grátis o ebook “O que o jornalista espera como notícia de sua assessoria”

Assessoria de Imprensa
NEWSLETTER

Inscreva-se em nossa newsletter e receba os melhores conteúdos sobre comunicação e negócios

O responsável pelo tratamento dos seus dados pessoais é o DINO Divulgador de Notícias. Estes dados serão utilizados para lhe enviar informativos sobre os nossos serviços, além de utilizarmos para efeitos estatísticos. Para mais informações sobre como utilizaremos os dados, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.

Ao utilizar este formulário você concorda com a nossa Política. O DINO Divulgador de Notícias pode compartilhar estes dados com outras marcas do Grupo Comunique-se para a mesma finalidade.

Caso deseje se desinscrever, você pode fazê-lo a partir de algum e-mail já recebido (através da função descadastrar) ou nos contatando a partir do e-mail [email protected]

Para exercer os seus direitos de usuário para retificação ou remoção dos dados sensíveis, contate-nos através do e-mail [email protected]