x

Você sabe quanto custa uma Perícia Grafotécnica?

A Perícia Grafotécnica é a especialidade voltada para a análise de documentos e assinaturas, a fim de desvendar crimes como assinaturas fraudulentas, cheques e documentos alterados, entre outras possibilidades.

São Paulo, SP (DINO) 10/4/2017

O custo de um exame grafotécnico em assinaturas simples é de cerca de R$ 2,5 mil, mas há casos em que o perito chega a cobrar até R$ 20 mil numa perícia

A Perícia Grafotécnica é a especialidade voltada para a análise de documentos e assinaturas, a fim de desvendar crimes como assinaturas fraudulentas, cheques e documentos alterados, entre outras possibilidades. Com média de ganho inicial de R$5 mil por perícia, trata-se de uma especialização que vem sendo amplamente procurada pelas pessoas com formação em Direito, Arquitetura e Engenharia, entre outras profissões, nos últimos anos no Brasil.

De forma geral, o curso em Perícia Grafotécnica é indicado para pessoas que gostam de trabalhar de forma solitária, conseguem se concentrar em uma mesma atividade por muitas horas e apresentam habilidades para verificar detalhes minuciosos em documentos e títulos. Vale ressaltar que o Perito Grafotécnico pode trabalhar para a Justiça ou de forma extrajudicial, visto que esse especialista também é muito requisitado por empresas.

Quer saber mais sobre a profissão e quanto custa uma Perícia Grafotécnica? Confira nesse artigo todas as dicas e informações sobre o tema que temos para você!

Veja abaixo:

• O que faz um Perito Grafotécnico?

Como dito no início deste artigo, o Perito Grafotécnico é o especialista responsável por analisar documentos, assinaturas e títulos a fim de verificar se existe algum crime, como a fraude de assinaturas. Isto é, o profissional é sempre uma pessoa com conhecimentos para analisar a forma de escrita, visto que o modo de escrever é único para todas as pessoas, além de ser, também, um expert que utiliza recursos tecnológicos para emitir um laudo sobre o caso.
Um Perito Grafotécnico que trabalha para a Justiça é sempre nomeado por um juiz, que necessita da avaliação desse especialista para aplicar a sentença adequada para cada caso. Já os Peritos Grafotécnicos que trabalham de forma Extrajudicial, podem ser requisitados por empresas que desejam serviços como a inspeção de documentos e a análise de assinaturas e cheques para comprovar a validade dos mesmos, ou mesmo para atuar como assistente técnico em processos judiciais.

• Quanto ganha um Perito Grafotécnico?

O perito grafotécnico é um profissional autônomo e, portanto, não recebe salário. No entanto, seus ganhos com uma perícia são tão expressivos que compensam sua atuação.

O custo de uma perícia de assinatura depende de diversos fatores, como se a perícia é judicial ou extrajudicial, o tempo que o perito passou trabalhando até emitir o laudo e as tecnologias que foram utilizadas durante as atividades, entre outros.

Em relação aos Peritos Grafotécnicos que trabalham para a Justiça, o custo de um exame grafotécnico em assinaturas simples é de cerca de R$ 2,5 mil, mas há casos em que o perito chega a cobrar até R$ 20 mil numa perícia.
Como perito assistente os valores podem ser bem mais expressivos, pois além da perícia em si, o profissional terá que formular quesitos e analisar o laudo do perito judicial: em média uma perícia de um assistente técnico começa a partir de R$ 5.000,00.

• Como se tornar um Perito Grafotécnico?

Graças aos excelentes ganhos oferecidos aos Peritos Técnicos, hoje essa é uma profissão que vem chamando a atenção de muitas pessoas. Portanto, se você se interessa pela área, vale lembrar que para trabalhar com Perícia Grafotécnica é necessário ter um certificado que comprova que você fez o curso na área.

Normalmente, advogados, engenheiros e arquitetos se interessam mais pela especialização em Perícia Grafotécnica, haja vista que se trata de uma área ligada diretamente à Justiça e exige que o profissional seja atento, concentrado e capaz de trabalhar muitas horas sozinho. O curso de especialização, por sua vez, é de curta duração (cerca de 40 horas) e, atualmente, já pode ser encontrado em módulo presencial ou a distância (EaD).

Se você se interessa em ser um Perito Grafotécnico, já que se trata de uma das profissões mais bem remuneradas e seguras no país, busque por uma instituição de ensino de qualidade. De forma geral, durante o curso de especialização em Perícia Grafoscópica (ou Grafotécnica), o profissional aprende tudo sobre as técnicas utilizadas para desvendar crimes a partir do modo de escrita, como ângulo de ataque e evolução da escrita, entre outros, além de aprender a utilizar tecnologias, instrumentos e softwares que ajudam a emitir um laudo de perícia técnica confiável para que o juiz possa dar a sentença.
Informações de contato