x

Flavio Maluf informa dados sobre o comércio mundial em 2016

Segundo dados divulgados pela OMC no final de setembro, o comércio mundial terá uma evolução bem abaixo da expectativa em 2016

São Paulo (DINO) 30/09/2016
O comércio global deve ter um aumento bem aquém daquele que era esperado para este ano. Isso porque, de acordo com a OMC (Organização Mundial do Comércio), esse indicador deverá apresentar, em 2016, o menor progresso desde a crise financeira. Nesse sentido, o empresário brasileiro Flavio Maluf, presidente das empresas Eucatex, reporta que a OMC divulgou, nos últimos dias do mês de setembro, que o crescimento do comércio mundial este ano deve ser de apenas 1,7%, sendo que, no mês de abril, as estimativas apontavam para uma elevação de 2,8%.

A OMC afirmou que um dos principais motivos para o crescimento abaixo do aguardado foi o recuo inesperado do comércio de mercadorias nos três primeiros meses de 2016, pois nesse intervalo de tempo houve uma retração de 1,1% em relação ao trimestre anterior, sendo que a comparação entre os dois períodos é feita considerando-se a média de importações e exportações retificadas das diferenças sazonais.

Além disso, o executivo Flavio Maluf indica que a organização também apontou a recuperação ocorrida no segundo semestre, que foi de apenas 0,3%, um número bem inferior às expectativas, como mais um aspecto negativo em relação ao crescimento do comércio mundial este ano.

A OMC ressaltou ainda que os dados ruins sobre a elevação do comércio em geral e do PIB em algumas economias emergentes, como Brasil, China e alguns países da América do Norte, foram a principal razão para que a previsão de crescimento global apresentada em setembro fosse bastante inferior àquela que era esperada em abril. Nesse sentido, Flavio Maluf apresenta que a estimativa de crescimento para 2017 também sofreu uma redução, passando dos 3,6% apresentados na previsão anterior para uma variação entre 1,8% e 3,1% na avaliação anunciada em setembro.

Ao comentar os dados anunciados, Roberto Azevêdo, que é diretor geral da OMC, disse que esses números negativos em relação ao crescimento do comércio global são preocupantes e devem ser vistos como um alerta. Em relação ao PIB real de todo o planeta, a OMC divulgou que as previsões apontam para uma elevação de apenas 2,2% este ano. Com isso, segundo a própria organização, se esses dados realmente se confirmarem, 2016 será o primeiro ano em uma década e meia em que a divisão do número relativo ao crescimento do comércio mundial pelo número referente à elevação do PIB global não atingirá a proporção 1/1.

Contudo, o executivo Flavio Maluf noticia que existem vários indícios de que os dados sobre o avanço do comércio mundial no segundo semestre de 2016 sejam positivos, principalmente devido à ampliação do tráfego nos portos de contêineres e a elevação dos encargos sobre exportações nos EUA. No entanto, de acordo com a OMC, as estimativas referentes ao que pode acontecer no comércio global nos últimos meses de 2016 e também durante o próximo ano ainda são norteadas por muitas incertezas.

O empresário Flavio Maluf finaliza reportando que as principais preocupações da OMC são relativas à volatilidade econômica gerada pelas constantes alterações que causam reflexos sobre a política monetária das nações desenvolvidas, os efeitos causados pelas discussões relativas ao comércio sobre as políticas comerciais e os reflexos da vitória do "Brexit" na votação ocorrida em junho na Grã-Bretanha.



Informações de contato

Assessoria Flavio Maluf

Email

(11) 3042 8847