Especialistas explicam por que agora é o melhor momento para comprar carros

A crise do novo coronavírus trouxe uma oportunidade única para quem quer trocar de carro

Florianópolis - SC (DINO) 5/26/2020
A crise causada pelo novo coronavírus trouxe uma série de mudanças para a vida das pessoas. A mais óbvia delas são os novos hábitos de isolamento social e prevenção à contaminação.

Agora, por exemplo, as pessoas evitam ao máximo sair de casa e, quando precisam sair, usam luvas e máscaras de proteção para se prevenirem contra a contaminação.

Outra mudança causada pela situação é a incerteza econômica. As pessoas não sabem ao certo como a situação se desenvolverá e como agir em relação ao dinheiro que têm.

No entanto, essa incerteza pode custar uma excelente oportunidade no momento: a de comprar carros. Isso porque, de acordo com alguns especialistas, esta é a melhor hora para fazer a compra.

Pelo menos é o que acredita Maximiliano Noronha, sócio-proprietário e especialista automotivo da NoxCar , uma das maiores concessionárias de usados e seminovos de Florianópolis(SC) e região.

Segundo ele, existem três motivos principais que fazem com que agora seja um bom momento para comprar automóveis.

"O primeiro motivo é a queda nas vendas. Isso faz com que as concessionárias tenham um maior volume de estoque, o que diminui os preços ou melhora as condições de pagamento. O segundo motivo é o valor mínimo histórico da Taxa Selic e, por fim, o terceiro motivo é a busca por proteção contra o coronavírus", explica o Max.

A proteção citada pelo especialista tem a ver com o cenário do mercado automotivo na China. Por lá, a crise do novo coronavírus fez com que o mercado perdesse 75% de todas as suas vendas.

No entanto, logo após a situação se estabilizar, a recuperação foi veloz. Isso porque pessoas que não pretendiam comprar automóveis entraram no mercado para se protegerem do novo coronavírus.

"Uma pesquisa da consultoria Ipsos viu que, antes da crise, apenas um terço das pessoas que não tinham carro na China pretendiam comprar um automóvel. Depois da crise, o número subiu para dois terços. Esse aumento de demanda alimentou a recuperação do setor no país asiático", revela o sócio-fundador da NoxCar.

A razão para o aumento de demanda é óbvia: a preocupação com o novo coronavírus. Afinal, meios de transporte coletivo, como ônibus, trens e metrôs são pontos férteis de contaminação, uma vez que contam com as pessoas aglomeradas.

"A perspectiva é que esse movimento vai se repetir em todos os países que sofreram bastante com o coronavírus, incluindo o Brasil. Portanto, muita gente vai querer comprar carros para poder andar com maior segurança enquanto uma vacina não fica pronta", comenta Maximiliano Noronha.

Esse vindouro aumento de demanda faz com que seja mais vantajoso para muitos consumidores comprarem carro agora, antes que o pico venha. Isso por causa da velha relação entre oferta e demanda.

"No momento, o estoque das concessionárias está cheio, uma vez que as vendas diminuíram bastante nas últimas semanas. Por esse motivo, há maior oferta do que demanda e, portanto, os consumidores ganham poder de negociação", revela.

Por causa dessa situação, fica mais fácil encontrar excelentes negócios com as concessionárias espalhadas pelo país.

"Mesmo que necessariamente os carros não fiquem mais baratos, as concessionárias podem oferecer condições especiais para os consumidores que aproveitarem o momento", diz o Maxmiliano Noronha.

Uma dessas condições especiais é o segundo motivo para comprar carros no momento: a baixa histórica da Taxa Selic.

No começo de maio de 2020, o Comitê de Política Monetária do Banco Central cortou a Taxa Selic em 0,75 ponto percentual, fazendo que ela batesse novo mínimo histórico de 3% ao ano.

O objetivo é aquecer a economia e estimular a demanda, já que a maior parte dos financiamentos ficou bem mais barato agora.

"A Taxa Selic é a taxa central da economia. Todos os juros de financiamentos e investimentos derivam dela. Por isso, quando ela oscila para baixo, os financiamentos automotivos ficam mais baratos e vale mais a pena comprar carros", informa o especialista.

Juntando os três motivos (proteção contra o coronavírus, alto estoque e juros baixos), o consumidor tem excelentes motivos para aproveitar esse bom momento para comprar carros, especialmente seminovos.

"A vantagem dos seminovos ou até mesmo dos usados nesse momento é que eles têm um custo bem menor que um carro novo. Se o automóvel estiver em boas condições, ele pode servir muito bem a quem quer se proteger do novo coronavírus nas ruas", revela Max.
Ele também explicou os principais segredos para comprar um bom seminovo atualmente.

"É importante verificar se o carro passou por uma Vistoria Cautelar. Assim dá para saber qual a procedência do automóvel ou se há algum problema jurídico com ele. Além disso, é essencial saber como fazer um bom test drive para avaliar a sua situação mecânica", alega Noronha.

Apesar do bom cenário para os consumidores no momento, é importante ter em mente que a situação deverá se equilibrar em breve. A expectativa é que, assim que a crise do novo coronavírus estabilizar no país, o mesmo movimento de compras visto na China se repita por aqui.

Nessa hora, o estoque das concessionárias vai voltar a circular, o que equilibrará a relação da oferta e demanda e tirará a vantagem que os consumidores têm agora.

"Quem quiser aproveitar o bom momento, o recomendado é comprar antes que aconteça o aumento da demanda", conclui o sócio-fundador da NoxCar.
Informações de contato