x

Amazon passa a deixar encomendas também em carros, destaca Rodrigo Terpins

Depois de entrar na casa dos clientes, sem a presença deles, a empresa americana passa também a entrar nos carros — tudo mediante autorização, claro.

(DINO) 10/05/2018
O "Amazon Key" - serviço anunciado no final de dezembro pela Amazon — está, agora, com uma nova etapa, o "Amazon Key-In-Car". Quem traz mais informações sobre o assunto é o empresário do ramo varejista, Rodrigo Terpins.

No final do ano passado, a maior empresa de entregas dos Estados Unidos inovou em relação ao modo de distribuição de encomendas adquiridas pelos consumidores através do e-commerce da loja. O Amazon Key é uma ferramenta que permite que os entregadores entrem nas casas dos clientes para deixar as mercadorias mesmo quando eles não estiverem no local. Recentemente, no entanto, uma extensão do serviço está sendo implementada — o Amazon Key-In-Car proporciona que os clientes da Amazon que compram pela internet solicitem que o local de entrega das mercadorias seja os seus próprios carros, mesmo que nenhum responsável pelos automóveis esteja presente. Para solicitar esse tipo de entrega, os clientes Amazon devem baixar o aplicativo "Amazon Key" e, ao fazer a compra online, escolher a opção de entrega "Em automóvel".

Contudo, por enquanto, o serviço está disponível apenas para clientes Prime da Amazon que possuem carros das marcas Chevrolet, Buick, GMC, Cadillac (marcas da GM) ou Volvo. Todas do ano 2015 ou mais recente, destaca Rodrigo Terpins. A entrega pode ser feita na garagem do cliente ou onde o veículo estiver estacionado — ele pode ser localizado pelo seu sistema GPS.

Vale salientar que os proprietários da GM devem ter uma conta OnStar ativa. Os proprietários da Volvo, por sua vez, precisam ter o On Call, acentua o empresário do ramo do varejo, Rodrigo Terpins. A entrega pode até ser feita no mesmo dia.

Para encontrar o veículo, além do acesso à sua localização por GPS, os entregadores também contarão com informações como o número da placa do carro, cor e modelo, bem como, uma imagem do automóvel. Estes dados devem ser preenchidos no momento do cadastro pelo aplicativo. Terpins reporta, ainda, que o acesso ao veículo é solicitado pelo funcionário da Amazon através do próprio sistema de desbloqueio remoto das montadoras — com o acesso autorizado, ele deposita o pacote finalizada a entrega.

Faz parte do serviço o envio de notificações por parte da Amazon informando todas as etapas da entrega. A companhia americana também disponibiliza a opção de "bloqueio de acesso" ao carro a qualquer momento durante o processo. Mas, existem restrições para o acesso ao serviço, acentua Rodrigo Terpins — ele não está disponível para quem fizer compras avaliadas em mais de 1.300 dólares ou que pesem mais de 22 kg.

De acordo com o jornal The New York Times, a nova solução da companhia americana está disponível, desde o último dia 24 de abril, para 37 cidades dos Estados Unidos. A expectativa da Amazon é ampliar o Amazon Key-In-Car para outros lugares e para outras marcas de carro. Ainda, conforme informações do portal The Verge, antes de ser expandido, o serviço foi testado na Califórnia e em Washington durante seis meses, reporta e conclui o empresário Rodrigo Terpins.
Informações de contato

Assessoria Rodrigo Terpins

Email

11 3897 4122